condições de trabalho (2)

Condições de trabalho dignas é direito do profissional da administração

De direito todo mundo gosta. Então, vamos continuar nosso estudo sobre o Código de Ética do Administrador falando de condições de trabalho.

O inciso da vez é o IV, do artigo 4º, que determina:

Art. 4º São direitos do Profissional de Administração:

IV – recusar-se a exercer a profissão em instituição pública ou privada onde as condições de trabalho sejam degradantes à sua pessoa, à profissão e à classe;

Quais as condições de trabalho ideais?

Claro que todo mundo gostaria de trabalhar no ar-condicionado, com intervalos grandes de descanso a cada 50 minutos e de preferência de casa.

Mas, essa não é a realidade da MAIORIA das pessoas.

Na verdade existem trabalhos que nem podem ser feitos sob essas condições.

Entretanto, como estamos falando para administradores, existe sim a possibilidade de você estar trabalhando em um ambiente agradável.

Se não estiver, continue lendo este artigo e descubra o que dá para exigir do patrão.

Antes de mais nada, precisamos saber que o ambiente de trabalho pode ser analisado a partir de vários pontos de vista.

Segurança

O quesito segurança é extremamente importante.

Todo funcionário precisa estar seguro no ambiente de trabalho, isso inclusive interfere diretamente na qualidade do trabalho prestado.

Funcionários expostos à um ambiente inseguro podem, a longo prazo, apresentar comprometimento de sua saúde física e mental.

Saúde

Aqui nos referimos à qualidade do ambiente e da disposição do mobiliário.

O ambiente de trabalho deve ter uma temperatura agradável, ter ar circulante, condições de higiene adequadas e estar com a manutenção em dia, sem mofo ou infiltrações, por exemplo.

Além disso a empresa também pode demonstrar preocupação com a saúde de seus funcionários garantindo os intervalos para a ingesta de água e alongamentos.

Segurança e saúde são condições de trabalho básicas e devem ser garantidas à todos os funcionários.

Tudo o que você precisa saber sobre o Código de Ética do Administrador

Integridade profissional e moral

É interessante observar que o inciso IV do artigo 4º diz que um administrador tem direito a recusar-se a trabalhar em um ambiente que considere degradante à sua pessoa, profissão e classe.

Desta forma, os aspectos a serem analisados vão além dos quesitos segurança e saúde.

Se a integridade da profissão e da classe são abordados no inciso é porque os critérios a serem avaliados envolvem, além do ambiente físico, aspectos psicológicos.

Um ambiente em que o administrador ou toda sua classe profissional é desrespeitada é considerado um ambiente degradante.

Se você é chefe, tome cuidado com os tipos de brincadeiras ou indiretas que acontecem no local de trabalho entre seus funcionários.

Exija seu direito e conquiste um ambiente agradável, respeitoso, seguro e que ajude na manutenção de sua saúde.

Até a próxima.

Compartilhe nossos conteúdos em suas redes sociais. Eles são desenvolvidos especialmente para nós, administradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima