Resumo Código de Ética do Administrador

Elaboramos um resumo do Código de Ética do Administrador para que você possa fazer a pesquisa exploratória do seu interesse.

Embora não seja novidade, este post pode ser muito útil em estudos e trabalhos acadêmicos, pois, além de apresentar uma visão ampla do Código de Ética, também apresenta uma descrição sobre cada capitulo.

Confira:

Quando foi publicado o novo Código de Ética do Administrador?

O novo CEPA foi Publicado no Diário Oficial da União em 29/03/2018, na Seção I, Pág. 297.

A Resolução Normativa CFA Nº 537, de 22 de Março de 2018, aprovou o Código de Ética dos Profissionais de Administração.

A resolução entrou em vigor nesta mesma data.

Porém, o anexo I que contém do Código de Ética passou a vigorar 45 dias depois a data da publicação da Resolução Normativa CFA Nº 537.

Como se subdivide o novo Código de Ética do Administrador?

A primeira parte do documento é a o ato administrativo do Presidente do CFA.

Ela contém as justificativas e demais informações sobre o processo de elaboração do Código de Ética.

É o anexo I da Resolução Normativa CFA Nº 537, que contém o conteúdo do Código de Ética dos Administradores.

E ao todo são oito capítulos tratando de temas relevantes para a conduta ética do administrador.

Capítulo I – Das Regras Fundamentais

O Art. 1º do capítulo I contém uma distinção da atividade profissional e apresenta a abrangência do código de ética, ou seja, para quem ele é destinado e qual é o grupo ou classe de profissionais ele regula.

Ainda dentro do Capitulo I, mais especificamente o Art. 2º, estão descritos os deveres do profissional da Administração.

São sete incisos contendo a relação de deveres.

Capítulo II –  Das Infrações

O capítulo possui somente um artigo (Art. 3º), contudo, possui 19  incisos descrevendo quais são as infrações disciplinares passíveis de punição.

É importante conhecer cada um dos incisos para evitar condutas inadequadas.

Capítulo III –  Dos direitos do profissional de Administração

Também contendo somente o Art. 4º, a terceira parte do código de ética do administrador traz o rol de direitos dos profissionais.

Apesar de abordar direitos, a lista não é muito grande, ao todo são 8 incisos descrevendo cada direito.

Com isso resta claro que o Código de Ética do Administrador é uma ferramenta de controle.

Isso porque os incisos e artigos voltados a descrever os deveres, ou as penalidades são muito mais volumosos que os dos direitos.

Sem contar com a enorme lista de descrição de infrações administrativas.

Capítulo IV –  Dos Honorários

O CFA buscou nos Artigos 5 e 6 deste capitulo estabelecer alguns parâmetros para fixação de honorários.

São regras que podem auxiliar os profissionais no momento de precificar seus serviços.

Capítulo V –  Dos deveres especiais em relação aos colegas

É interessante notar que no capítulo cinco, artigos 7º, 8º e 9º, as regras de boa conduta são direcionadas aos colegas de profissão.

Assim, o capítulo apresenta regras gerais e especificas para o trato com colegas, bem como sobre como resolver divergências.

Capítulo VI –  Dos deveres especiais em relação à classe

O Art 10º vem trazer seis regras específicas sobre como se comportar perante a classe profissional de administradores.

Desta forma, os profissionais aprendem como evitar conflitos interpessoais e a profissão se destaca na sociedade.

Aqui o CFA normatizou regras para difundir a Administração como ciência.

Além disso, aborda o respeito à deliberações do CFA e CRAs e apoia iniciativas e movimentos de interesse da classe profissional.

Capítulo VII –  Da fixação e gradação das penas

Chegando ao capítulo 7 e seus artigos podemos ver que se trata de quais são as penas a serem aplicadas em caso de violação.

Também trata dos casos de agravamentos ou atenuantes de cada uma destas penas.

Capítulo VIII –  Das disposições finais

Por fim, o capítulo oito traz as informações complementares.

Fala das comissões de ética, dá prazo para o Código de Ética dos Administradores entrar em vigor e revoga da Resolução Normativa CFA Nº 393 que tratava do código de ética anterior.

E é isso, espero que você tenha gostado do Resumo do Código de Ética do Administrador 2018.

Um forte abraço.

Leia também nosso artigo: Tudo o que você precisa saber sobre o Código de Ética do Administrador.

Posted in

Jadir Tosta Junior

Trabalhei por mais de 10 anos em grandes multinacionais como: Unilever, XEROX e VONDER. Atuo como Administrador concursado desde Novembro de 2011 em um órgão no Estado do Espirito Santo. Sou apaixonado por marketing digital e também por empreendedorismo, por isso, passo parte de minhas noites atuando como Consultor de Marketing de Digital/Inbound Marketing e Vendas pela internet e principalmente, fazendo algo que adoro: escrever aqui no blog.

2 comentários

  1. Adrian em 8 de junho de 2020 às 19:12

    Ajudou para caramba, na real. Muito obrigado e meus parabéns.

Deixe um Comentário





block chain, personal, shaking hands

Art. 2° Inciso II: deveres do profissional de administração

Por Jadir Tosta Junior | 22 de agosto de 2020

O Código de Ética dos Profissionais de Administração (CEPA) regula os direitos e deveres dos profissionais de administração. O Art. 2° Inciso I estabelece que um dos deveres do profissional de administração é exercer seu trabalho com zelo e honestidade, atuando de uma maneira em que os interesses dos clientes, instituição e sociedade sejam prioridade.…

banner, header, business

Comentário Art. 2º – VII do código de ética dos administradores: função social da organização e a necessidade de preservação do meio ambiente

Por Jadir Tosta Junior | 12 de fevereiro de 2020

Qualquer que seja o tipo de empresa ou pessoa jurídica para quem o administrador irá trabalhar, essa terá uma atividade econômica produzindo bens ou serviços. E é dever dos administradores promoverem essa orientação: Art. 2º – VII – esclarecer o cliente sobre a função social da organização e a necessidade de preservação do meio ambiente.…

businessman, team spirit, teamwork

Comentário Art. 2º – VI do Código de ética dos administradores: Cuidados no zelo por sua reputação pessoal e profissional

Por Jadir Tosta Junior | 12 de fevereiro de 2020

Um administrador que se preze estará sempre atento às suas decisões profissionais e pessoais e em como elas refletem nos outros ou com são interpretadas por eles, veja porque: Art. 2º  – VI – zelar por sua reputação pessoal e profissional, bem como pelo prestígio e dignidade da profissão; Zelar pela reputação pessoal abrange todas…

student, library, books

Comentário Art. 1º parágrafo segundo do Código de Ética dos administradores

Por Jadir Tosta Junior | 11 de fevereiro de 2020

A quem se aplica o código de ética dos administradores? Todos com alguma formação em administração? Inclui aqueles que estão em formação? No Brasil o curso de administração está entre os 10 cursos que mais entregam profissionais formados no mercado. Segundo dados do Inep, publicado em 2016, os cursos de administração formaram 1. 319.804 alunos…

book, read, student

Aperfeiçoamento pessoal e profissional. Vá estudar que você ganha mais.

Por Jadir Tosta Junior | 19 de julho de 2019

Em um mundo de constantes mudanças como o que vivemos, aperfeiçoamento pessoal e profissional já deixou de ser diferencial e se tornou pré requisito básico para qualquer profissional. E o inciso V do artigo 2º do CEPA diz que isso realmente é um dever, uma obrigação, de todo administrador, não apenas uma opinião de comum…

Como apresentar recurso para Processo Ético Disciplinar

Por Jadir Tosta Junior | 13 de junho de 2019

Você já foi penalizado por descumprir alguma das diretrizes do Código de Ética dos Administradores (CEPA)? Se isso vier a acontecer sabe como apresentar recurso para Processo Ético Disciplinar? O Código de Ética dos Administradores traz no artigo 11º as penalidades que os administradores sofrerão caso desrespeitem alguma das regras do CEPA. Mas, também traz…