Art. 10 Inciso VI

Art. 10 Inciso VI – Defesa e dignidades dos direitos profissionais de administradores

Como administrador, você tem direitos e deveres que devem ser cumpridos. O Art. 10 Inciso VI deixa bem claro a importância de todos os profissionais da área. 

Talvez você nem se dê conta, mas muitos dos seus direitos foram adquiridos por profissionais que trabalham nos órgãos de classe e diversas outras entidades.

Ou seja, essas pessoas garantem a dignidade do seu trabalho e exigem que você seja respeito por outros profissionais.

Por isso, um dos deveres estabelecidos pelo código de ética de administração, é o de respeitar as entidades de classe, lutar pela defesa e dignidade dos direitos da categoria e obviamente, criar uma relação harmônica com outros profissionais.

O fato de haver profissionais que fiscalizem se os deveres dos administradores estão sendo cumpridos também é benéfico para você.

Mas como assim? Simples.

O que é o Art. 10 Inciso VI?

Se alguns profissionais não cumprem seus deveres, você também pode ser prejudicado. Por isso, é muito importante que todos os administradores trabalhem juntos e de forma harmônica – para o bem de todos.

O CEPA deixa bem claro que os direitos dos administradores devem ser cumpridos. Caso você descubra que algum profissional não está sendo tratado de forma digna, pode relatar o caso para a sua regional.

A sua categoria adquiriu direitos fundamentais. Entretanto, caso não haja uma fiscalização mais rigorosa, profissionais de outras áreas podem se aproveitar dessa falha.

Infelizmente, é preciso ficar ciente de que isso pode acontecer. Desse modo, você deve lutar pela defesa da dignidade de administradores.

Obviamente, também é importante verificar se os deveres estão sendo cumpridos. Ou seja, como administradores, você e seus colegas de trabalho tem obrigações perante a sociedade e as organizações.

Entretanto, como já falamos, a fiscalização dos deveres também é uma forma de beneficiar a categoria.

Todos trabalham junto por você – e seus valores profissionais devem ser baseados no respeito e na luta dos direitos de todos os administradores brasileiros.

O Conselho Federal de Administração leva a dignidade da profissão muito a sério.

Você pode perceber isso justamente através do Art. 10 Inciso VI.

Se você quer ter mais informações sobre o Código de Ética do Administrador, clique aqui.

Sair da versão mobile